terça-feira, 2 de abril de 2013

A História da Joalheria Tiffany & Co



A fama da joalheria Tiffany&Co deve muito ao filme Bonequinha de Luxo. O motivos são muitos, dentre eles, porque o filme em inglês tem o título de "Breakfast at Tiffany" (Café da Manhã na Tiffany). Não se pode esquecer a célebre frase da personagem de Audrey Hepburn, Holly: "Nada de ruim pode acontecer a você na Tiffany." E, é claro, a imagem da mesma personagem em frente a joalheria tomando café.



Mas isso tudo ocorreu no ano de 1961, quando o livro foi adaptado para o cinema em Hollywood e a paixão da personagem Holly Golightly imortalizou a marca, associando-a a algo bom que virou símbolo de desejo para as mulheres.  Só que antes disso, muita coisa aconteceu e começou mais especificamente em 1837, quando Charles Lewis Tiffany e John B. Young, com apenas mil dólares fundaram a Tiffany & Young em Nova York.

Charles Lewis Tiffany

Só que ao invés de jóias os sócios comercializavam artigos de luxo e papelaria para casa e escritório. O diferencial, nos negócios da época, eram as etiquetas com preços nos produtos, que ficaram inegociáveis.

A famosa caixinha azul surgiu em 1837 e ficou conhecida como "blue box", sendo que sua cor foi registrada como marca. Sacolas e caixinhas com a cor são exclusivas da grife. Ao passar do tempo a cor passou a identificar a marca, sendo batizada de "Tiffany blue" (azul Tiffany).


Alguns anos depois a loja passou a comercializar presentes de aniversário, prataria e anéis de noivado e, logo em seguida, ficou sob o comando total de Charles Lewis Tiffany e, em 1853, passou a chamar-se "Tiffany & Co". Ao mesmo tempo em que ficou reconhecida mundialmente como uma marca de luxo. 

Loja da Tiffany na 5a. Avenida, em NY

Holly Golightly na Tiffany

"Descobri que o que me faz sentir muito bem é tomar um taxi e ir à Tiffany's. O silêncio e o jeito grandioso acalmam logo; nada de muito ruim pode acontecer lá dentro, não com aqueles homens simpáticos em seus ternos alinhados, e aquele cheiro agradável de prata e bolsas de crocodilo."(Holly - Bonequinha de Luxo)

Em 1855, quando a joalheria já fazia parte da cultura americana, passou a desenvolver designers especiais para celebrar momentos históricos a pedido do próprio Governo Americano, como o selo estampado na nota de um dólar e o convite da  inauguração da Estátua da Liberdade. Somente em 1902 a empresa começou a produzir jóias e ganhou um andar do prédio só para isso.

Hoje praticamente o mundo inteiro tem lojas da Tiffany. A primeira inaugurada fora de Nova York foi em São Francisco, em 1963. Já a primeira fora do território americano foi inaugurada em 1972, no Japão. Aqui no Brasil a primeira loja inaugurada foi em 2001, em São Paulo, que também recebeu sua segunda loja em 2003. Recentemente houve inauguração de mais uma em Brasília. Nosso país é o único que permite parcelamento da compra em até três vezes.

Tiffany do Sopping Cidade Jardim, em São Paulo.

Para quem gostou da história e quer conhecer mais os produtos da marca, que hoje contam com bolsas e óculos, vale visitar o site da Tiffany. Tem muita coisa linda lá, e todas com seus preços. Eu acho que a marca por si só já transmite elegância e, com certeza, o dia que for para Nova York (sim! acho que NY é o lugar que tem tudo a ver com a marca e faz parte de sua história) vou lá na Tiffany fazer uma comprinha! A única loja que vi pessoalmente foi em Barcelona, que fica na Passeig de Grácia (rua mais chique de lá).

Loja da Tiffany em Barcelona


Fonte: Caso de Sucesso



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário! Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...