terça-feira, 17 de julho de 2012

Leptina: o hormônio emagrecedor!

     Emagrecer, como se sabe, não é das tarefas mais fáceis. Quem nunca tentou que atire a primeira pedra! E a fórmula certa pra se chegar ao corpo tão sonhado ainda não existe (infelizmente!!)
     Mas o que todos sabemos é que há uma série de fatores e atitudes que devemos tomar pra atingir esse objetivo. Não preciso nem citar todos, porque certamente vocês já sabem. A reeducação alimentar e o exercício são as principais terapias pra vida toda, pois contribuem, digo com toda certeza, com 95% do sucesso e da saúde de quem quer ficar em forma!!
     E vocês já se perguntaram porque tem gente que faz tudo isso e mais um pouco e ainda não consegue emagrecer? Pois é, existem alguns processos e substâncias que interferem durante a caminhada rumo ao corpo desejado como hormônios, receptores, metabolismo, e a genética em si.
     Hoje vamos falar de uma delas: a LEPTINA, um hormônio protéico produzido pelos adipócitos (células que armazenam as gorduras) e que sinaliza o sistema nervoso central – SNC – (que possui receptores de Leptina no sangue) e “avisa” o quanto se tem de gordura, promovendo a redução da ingestão de alimentos e o aumento do gasto energético. 
     Até aí tá tudo ótimo, o problema é que em obesos há uma quantidade insuficiente de receptores de Leptina, ou seja, o obeso é mais resistente à ação da Leptina e isso significa que a essa pessoa demora mais para sentir a saciedade e gera mais sensação de fome, ou seja, a pessoa come mais do que deveria porque seu centro de saciedade não foi acionado como deveria. Esse hormônio funciona muito bem em pessoas de peso normal, e à medida que se ganha gordura, mesmo havendo o aumento da quantidade de hormônio, não há receptores suficientes, por isso sua ação de saciedade não funciona.
     Se você acha que se encaixa nesse quesito procure logo um médico endocrinologista, um nutricionista, um educador físico, tudo o que puder, pois a situação só tende a se agravar, pois um problema acaba acarretando a outro. A obesidade é uma doença que gera muitas outras como diabetes, hipertensão, aterosclerose, entre outras doenças do sistema circulatório!!
     Vamos lá gente, se cuidem! Não adianta gastar dinheiro com remédios e receitas milagrosas que trazem centenas de efeitos colaterais. Comecem agora, nada de deixar pra segunda-feira! Procurem um bom profissional e persistência! É isso aí!




Fonte: http://www.ummetrossexual.com/2009/07/voce-sabe-o-que-e-leptina/
http://veja.abril.com.br/blog/nutricao-homo-obesus/tag/leptina/
http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/artigos/colaboracoes/leptina.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e pelo comentário! Volte sempre!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...